Selena - Justin


Casa dos Gomez

#.SelenaOn

Acordei com o despertador tocando. Me levantei, fui ao banheiro, fiz minha higiene e fui até a cozinha. Meu pai colocava a mesa do café.

Eu:Bom dia, pai. - dei um beijo na bochecha dele.
Pai:Bom dia, filha. Dormiu bem?
Eu:Uhum. - me sentei à mesa - Não acha melhor acordar a Jasmine?
Pai:Não, ela não vai à aula hoje.
Eu:Por quê?
Pai:Disse que não tá se sentindo bem. 
Eu:Ela já acordou e falou com você?
Pai:Não tem nem 2 minutos que voltou pra cama. - sentou-se à mesa.

Tomamos café da manhã normalmente, conversando sobre tudo. Quando acabei, fui ao banheiro, escovei os dentes  e me vesti pra escola - short jeans, camiseta branca lisa e casaco de moletom listrado e colorido -. Calcei meu allstar* preto e penteei os cabelos. Peguei meu material e voltei pra cozinha.

Eu:Tô indo pra escola, pai. 
Pai:Vai com Deus, princesa. 

Ele me deu um beijo na bochecha e eu saí. Atravessei a área da piscina normalmente e, quando estava passando perto do jardim, dei de cara com Justin saindo de casa.

Justin:Hey, Sel. - sorriu pra mim.
Eu:Oi.
Justin:Quer carona pra escola?
Eu:Ah, não. Não precisa.
Justin:Ah, qual é, Selena? Estamos indo pro mesmo lugar e eu tô sozinho num carro onde cabem cinco. Para de ser boba, vamos.
Eu:Tá bom.

Segui Justin até o carro dele - uma Range Rover preta LINDA -. Ele abriu a porta pra mim e eu agradeci antes de entrar. Ele fechou a porta e deu a volta no carro, entrando logo em seguida. Colocou o cinto de segurança - e eu o imitei - e deu partida, acelerando pelas ruas.

Justin:E aí? Dormiu bem na nova casa?
Eu:Uhum. Melhor que na antiga.
Justin:Sério?
Eu:É, tinha muito barulho lá. Era perto de um boteco 24 horas, aí já viu, né?
Justin:Cheio de bêbados a madrugada inteira.
Eu:Exato.
Justin:O único barulho que você vai ouvir aqui são os limpadores da piscina que vêm três vezes por semana às quatro da manhã. 
Eu:E isso é maravilhoso.
Justin:E sua irmã? Ela não vai pra escola com você? - perguntou mudando de assunto.
Eu:Disse que está se sentindo mal. - revirei os olhos.
Justin:Por que você revirou os olhos?
Eu:Porque tenho quase certeza de que ela tá mentindo.
Justin:Mentindo, sério?
Eu:É, ela faz de tudo pra ter a atenção do meu pai. Cisma que ele gosta mais de mim. - ri rapidamente.
Justin:Sei como é. É exatamente assim com a Abbie.
Eu:Abbie?
Justin:Minha irmã mais nova.
Eu:Legal! Não sabia que tinha uma irmã.
Justin:Não é minha irmã mesmo. Ela é adotada, mas... Ah, eu convivo com ela desde os meus 3 anos, então... - deu de ombros - Enfim. Ela cisma que eu sou o preferido dos meus pais, que eles dão mais atenção pra mim. Isso até que é verdade, da atenção, mas... Acho que é porque eu apronto muito mais que ela, sabe?
Eu:Ah, sei. Mas se fosse assim, era pra eu me sentir a excluída da minha família. Quem mais apronta é a Jasmine, com toda certeza.
Justin:Com certeza não mais que eu. - riu rapidamente.
Eu:Não é possível que você apronte tanto assim. - "Não com essa carinha fofa" pensei, mas é ÓBVIO que não disse.
Justin:Mas eu apronto. Não se deixe enganar pelos meus olhinhos claros e minha carinha de inocente.
Eu:Ah, claro. - ri rapidamente - Valeu pelo aviso.

Chegamos à escola e descemos do carro. Andamos lado a lado até o pátio de fora, onde encontramos Demi e Ariana conversando.

Demi:Hey, pessoas. - sorriu pra gente.
Eu:Oi. 
Justin:Hey, lindas. - sorriu - E a Miranda, onde tá?
Ari:Não vem hoje. 
Justin:Por quê?
Ari:O avô dela ficou doente e ela foi pra Nova Jersey pra visitar.
Justin:Que horrível.
Demi:Concordo.
Xx:Concorda com o quê, baleia? - perguntou uma garota atrás de mim e me virei pra ver quem era; Anna, a namorada do Justin.
Demi:Cala a boca, arte abstrata.
Anna:Olha como ela fala comigo, amor. - disse abraçando Justin de lado pelo pescoço.
Justin:Você que começou. - disse sem nem olhá-la.
Anna:E você tá aqui de novo? - perguntou olhando pra mim - Por que não vai procurar sua turma, sem-teto?
Ari:Nós somos a turma dela. Quem tá de intrusa aqui é você.
Anna:Ninguém falou com você, pirralha.
Ari:E ninguém gosta de você. Quem tá pior? - a olhou sarcástica. Demi riu alto, e Justin e eu nos seguramos pra não fazermos igual.
Anna:Justin! - disse brava olhando pro lado.
Justin:O quê? - franziu a testa confuso - O que eu fiz?
Anna:Você nem pra me defender dessa cobras.
Justin:Se vira, ué. Você provoca e depois pede socorro? - disse tirando os braços dela de seu pescoço - Dá seu jeito. - virou as costas e saiu.
Anna:JUSTIN! - gritou, mas ele não parou - Tá vendo o que vocês fizeram? - acusou apontando pra nós.
Ari:Ressucita e levanta voo, mosca morta.
Anna:Grr! - saiu pisando duro.
Demi:Eu ainda arranco aqueles apliques baratos da cabeça daquela nojenta.
Eu:(ri)Calma, Demi. Respira fundo.
Demi:(riu)Foi mal, ela me tira do sério.
Ari:Ela tira qualquer pessoa do sério.
Eu:Posso perguntar por que vocês a odeiam tanto?
Demi:Além do fato de ela ser chata, metida, mimada e irritante?
Eu:É.
Demi:Vem aqui. - me puxou pra uns banquinhos, onde nós três nos sentamos - Preparada? A história é longa.
Eu:Pode falar.
Demi:Há uns 2 anos, mais ou menos, quando essa praga entrou na escola, o Justin namorava minha vizinha; Caitlin. Todo mundo adorava a Caith, tipo muito. Ela era um amor de garota, só que a Anastasia odiava ela de todas as formas possíveis.
Eu:Só porque ela era namorada do Justin. - deduzi.
Demi:Exatamente. E a Anna fazia de tudo pra separar os dois. Teve uma vez que nós fomos pra um passeio de iate e ela cismou de ir também. Eu sabia que não ia dar em coisa boa, mas o iate era do Justin e ele é muito ingênuo nesse aspecto. 
Ari:Ele quase nunca vê maldade nas pessoas. - completou, respondendo minha expressão confusa.
Demi:É, e ele deixou ela ir, contra minha vontade. 
Eu:E o que aconteceu nesse passeio?
Demi:A Anastasia simplismente empurrou a Caith no mar e uma lancha passou em cima dela.
Eu:Caramba! - arregalei os olhos assustada - E ninguém fez nada com a Anna?
Demi:Ninguém viu. Bom, além de nós duas. - apontou pra Ari e pra si mesma - Mas ninguém acreditou na gente, porque, sabe? Nós já odiávamos aquela ridícula.
Ari:Todo mundo disse que a Caith caiu do iate.
Eu:E ela morreu?
Demi:Não! Graças à Deus, não. Só que ela ficou muito mal e perdeu os movimentos da pernas. 
Eu:Que horrível.
Demi:Muito. E ela ainda teve que se mudar pra Europa pra fazer um tratamento pra voltar a andar.
Eu:Beleza. Agora eu odeio essa Anastasia também.
Ari:Todo mundo odeia, Sel.
Eu:E por que o Justin namora ela? Ele é legal e ela... - fiz cara feia e as meninas riram.
Demi:É o que todo mundo quer saber, Sel. Ninguém entende o motivo do Justin ficar com aquela insuportável.
Ari:Nem ele suporta ela.
Eu:É, deu pra notar.

#.SelenaOff

#.JustinOn

Sabe uma coisa que eu não suporto? Anastasia Kassar. Sério, eu odeio essa garota com todas as forças que eu tenho no corpo. Grr! Menina irritante. Droga de dívida que meu pai foi arrumar com o pai dela. Ninguém merece isso. ~ Estava andando normalmente pela escola quando esbarrei em alguém.

Eu:Desculpa. - disse me virando pra ver quem era e vi o garoto que vimos ontem saindo da direção. Acho que o nome dele é Joseph, não é?
Joseph?:Não, tudo bem. Escuta, pode me dizer onde fica a cantina?
Eu:Fica por ali. - apontei - É só ir reto.
Joseph?:Ah, valeu. A propósito, meu nome é Joseph. - acertei! - Mas... Só Joe.
Eu:Justin. - me apresentei.
Joe:Deixa eu ir pra cantina porque eu tô morrendo de fome.
Eu:(ri)Tá, vai lá.

Joe seguiu na direção da cantina e eu continuei andando. ~ Droga! Esse garoto me lembra muito alguém. Só gostaria se saber quem. Aff! Odeio me sentir confuso. ~ O sinal tocou e eu fui pra minha sala. Mal entrei e vi Selena sentada sozinha lá no fundo. Não pensei duas vezes; saí quase correndo pra me sentar ao lado dela, antes que a Chat'Anna chegue e me obrigue a sentar com ela.

Eu:Posso sentar aqui? - apontei.
Sel:Claro, senta. - me sentei e coloquei a mochila no chão - Não sabía que tínhamos as aulas de terça juntos.
Eu:É, nem eu. - ri e olhei pra porta. Vi Anna entrando com aquela amiguinha escandalosa dela e respirei fundo.
Sel:Posso fazer uma pergunta?
Eu:Outra? - perguntei brincalhão olhando pra ela.
Sel:(riu)É sério.
Eu:(ri)Tá, fala.
Sel:Você gosta mesmo da Anna?
Eu:Não. - respondi imediatamente - Eu não a suporto, na verdade.
Sel:E por que tá com ela? - perguntou muito confusa.
Eu:Longa história, Sel. Você não ia querer saber.
Sel:Ah, por favor. - me olhou com os olhinhos brilhando - Eu sou muito curiosa. Por favor, me conta. Eu prometo não contar pra ninguém. - pediu com carinha de bebê. Fala sério! Tava difícil resistir àquilo. Grr!
Eu:Tá, mas... - fazer o quê? Não consegui resistir - Você não pode nunca, de jeito nenhum, nem sob tortura, contar isso pra alguém. Muito menos pra Demi e a Ariana.
Sel:Tá, eu prometo.
Eu:Ok. - olhei rapidamente pra Anna, que, graças à Deus, não estava me olhando, e olhei pra Sel de novo - Meu pai e o pai dela são sócios e, teve uma época que meu pai se viciou em jogos e acabou perdendo muito dinheiro. Foi o pai da Anna que tirou minha família do buraco, e agora meu pai tem uma dívida gigante com a família Kassar. - revirei os olhos.
Sel:E você tá com ela porque, se terminar, ela conta pro pai e... - a interrompi.
Eu:E ele tira tudo do meu pai.
Sel:Uau. - disse assustada - Tenso.
Eu:Muito, né? - sorri.
Sel:Mas não tem nenhuma chance de seu pai pagar a dívida que tem com o pai dela?
Eu:Nenhuma. É muito dinheiro. Tipo uma infinidade de zeros.
Sel:Então você nunca vai poder terminar com a Anastasia?
Eu:Infelizmente... - dei de ombros - Ah, mas vamos mudar de assunto. Isso me deprime muito. - ri junto com ela.
Sel:Tá, assunto esquecido. - sorriu e a professora entrou na sala - Aff! Não tava afim de estudar hoje.
Eu:Eu nunca tô. - ri baixinho com ela.

Sério, fazia tempo que eu não me sentia assim, compreendido. A Selena é tão diferente de todas as outras garotas. Ela é gentil, sorridente, divertida, fofa, legal... Sem falar que ela é linda. E é difícil encontrar uma garota tão sincera nos dias de hoje. Conheço poucas. ~ Depois de horas de tortura, o primeiro tempo de aulas acabou.

Sel:Ai, finalmente. - disse guardando seu caderno na mochila.
Eu:Concordo. - joguei minhas coisas na mochila e me levantei, colocando a mochila nas costas.
Sel:(levantou-se)Vai pra cantina? - jogou a mochila no ombro.
Eu:Vou. 

Começamos a sair, conversando sobre qualquer coisa. Senti uma mão segurar meu braço e olhei pro lado. ~ GRR!! Como eu queria ser invísivel agora pra essa chata não me ver.

Anna:Espera, amor. Vou com você.
Sel:Tô indo, Justin. - sorriu pra mim e saiu, me deixando sozinha com essa coisa mimada.
Anna:Vamos? - disse colocando a bolsa no ombro.
Eu:Vamos. - respondi sem vontade nenhuma.

Anna pegou minha mão e me puxou pra fora da sala, tagarelando sobre sua ida ao shopping ontem - como se isso me interessasse muito -. Quando chegamos à cantina, vi as meninas sentadas perto da TV, mas, como já era de se esperar, Anna me fez sentar com ela, bem longe das minhas amigas.

Anna:Não sei porque você passa tanto tempo com aquelas meninas. - disse colocando sua bandeija na mesa, sentando-se. Me sentei de frente pra ela ~ e pra mesa das meninas ~ e coloquei a bandeija na mesa.
Eu:Porque elas são minhas amigas, ué. - joguei a mochila no chão e peguei meu brownie.
Anna:Devia arrumar amigos melhores. E homens de preferência. - deu um gole em seu suco de morango.
Eu:Não, tô bem com as meninas.
Anna:Justin! - me olhou repreendendo.
Eu:Aff, Anna, me deixa. - disse irritado e mordi meu brownie.
Anna:Não gosto quando fala assim comigo.
Eu:E eu não gosto quando você fala mal das minhas amigas. Mas você para? Não. - dei um gole na minha sprite.
Anna:Grosso! - acusou comendo uma colher daquela salada dela. Revirei os olhos enquanto ela não estava olhando.

Comi meu brownie inteiro olhando pra mesa das meninas. Ari e Demi estavam de costas pra mim, mas Sel estava de frente, então eu conseguia vê-la comendo suas panquecas e bebendo ginger-ale. Eu as via rindo e se divertindo e desejava poder ir sentar com elas.

Anna:Justin. - chamou irritada - Caramba, tava dormindo? - me olhou de cara fechada - Tô de chamando há horas.
Eu:Desculpa, tava pensando. - forcei um sorriso.
Anna:Em que, hein? - disse melosa, sentando-se ao meu lado. Revirei os olhos internamente.
Eu:Nada importante.
Anna:Ah, então vem cá.

Ela me puxou pela camiseta e me beijou. ~ Ai, ninguém merece isso. Eu odeio tanto essa menina que, mesmo ela sendo linda e tal, beijá-la me dá muito nervoso. Mas eu não podia fazer nada, né?! Ela é minha namorada, infelizmente. Quando Anna, finalmente, parou de beijar, abri os olhos e vi Selena olhando pra mim, mas ela desviou o olhar quando viu que eu estava olhando. Sorri sozinho e olhei pra Anna.

Anna:Você é lindo, sabia? - passou a mão no meu cabelo.
Eu:Ah, valeu.
Anna:(sorriu)Não vai dizer que eu sou linda também?
Eu:Você já sabe disso. - disse frio, mas ela deve ter achado muito fofo, porque sorriu toda boba e me beijou de novo.

Nunca fiquei tão feliz em ouvir o toque irritante do celular dela. Logo ela parou de me beijar e saiu da cantina pra atender o celular - porque ela diz que aqui é muito barulhento -, levando a bolsa. Mas não tô reclamando, né?! ~ Me levantei, peguei as bandeijas e a mochila. Coloquei as bandeijas no balcão e fui me sentar com as meninas.

Eu:E aí? - me sentei ao lado da Sel.
Demi:Onde tá seu carrapato?
Eu:Sei lá, espero que tenha caído num poço sem fundo. - ri com as meninas.
Ari:Não, seria sorte demais. - rimos mais.
Sel:Eu sou sortuda. - sorriu, nos fazendo rir mais ainda.
Demi:Espero que o bastante pra conseguir nos livrar da namorada desse idiota. - disse apontando pra mim.
Eu:Não precisa me xingar também, né?! Não sou a Anna.
Demi:Mas tá com ela, então é tão estúpido quanto.
Ari:Ah, não, gente. Vocês não vão brigar, vão?
Demi:Claro que não.
Eu:Jamais. - sorri pra Demi e ela retribuiu.
Sel:Porque não chamamos o aluno novo pra sentar com a gente? - perguntou do nada e apontou Joe sentado sozinho há duas mesas.
Ari:Tá, pode ser.
Eu:Deixa que eu vou lá. - levantei e fui até a mesa do Joe - Hey.
Joe:Oi. 
Eu:Quer sentar comigo e minhas amigas ou prefere ficar sozinho?
Joe:Não, vamos lá.

Joe se levantou e me seguiu até a mesa das meninas - parando só pra deixar sua bandeija no balcão -. Me sentei ao lado da Sel e ele ao lado da Ari.

Eu:Meninas, esse é o Joe. Joe, essas são Ariana, Demi e Selena. - apontei as meninas.
Ari:Prazer, Joe.
Joe:Prazer, meninas. - sorriu pras meninas.

Ficamos conversando por alguns minutos, até a mala da Anna voltar pra cantina. Ela se aproximou e parou atrás de mim, com as mãos nos meus ombros.

Anna:Poxa, gatinho. Achei que fosse me esperar na nossa mesa.
Eu:É, você achou errado. - disse revirando os olhos, fazendo o pessoal na mesa rir.
Anna:Estão rindo de quê? - olhou pra cada um dos meus amigos - E você, quem é? - olhou pro Joe.
Joe:Joe, prazer. - sorriu gentil.
Anna:Anna. - forçou um sorriso.
Demi:Na verdade é Anastasia. - olhou debochada pra Anna, que bufou irritada.
Anna:Vamos, bebê? O sinal já vai tocar. - falou acariciando meus ombros.
Eu:E daí? 
Anna:E daí que eu quero sentar com você. 
Eu:Eu sento com a Selena. 
Anna:Ela pode sentar com outra pessoa.
Sel:É, eu posso sentar com ou... - a repreendi com o olhar - Quer dizer, eu prefiro sentar com o Justin, sabe? - disse olhando pra Anna - Eu só conheço ele naquela sala. 
Anna:Ah, tanto faz. - deu de ombros - Nos vemos depois então, lindo. - me deu um selinho e saiu.
Eu:Muito obrigado. - disse olhando pra Selena.
Sel:(riu)De nada.
Joe:É sua namorada?
Eu:É, mas ela é insuportávelmente chata.
Joe:Então por que você... - interrompido.
Demi:Nem adianta perguntar, Joe. Ele não vai te responder.
Joe:(deu de ombros)Então, tá. - o sinal tocou.
Ari:Ah, não. Mais aulas. - revirou os olhos.
Demi:(levantou-se)Para de frescura e vem. - pegou Ari pela mão e a levantou. - Tchau, gente. - puxou Ariana pra fora da cantina.
Joe:Vou pra minha sala também. - levantou-se - Até depois. - saiu.
Eu:E mais uma vez elas deixaram as bandeijas pra eu levar.
Sel:(juntou as bandeijas)São muito folgadas mesmo. - disse levantando-se e eu a imitei.
Eu:Deixa que eu levo. - estendi as mãos.
Sel:Não, pode deixar.

Ela foi até o balcão e colocou as bandeijas lá. A esperei na mesa, então ela voltou e fomos pra nossa sala. Quando entramos, Anna sorriu pra mim e mostrou o dedo do meio pra Selena. ~ Menina maluca.

Sel:Quantos anos ela tem? - me olhou sorridente.
Eu:Não se importou?
Sel:Nem um pouquinho. Coisa mais infantil. - disse sentando-se em seu lugar.
Eu:Também acho. - sentei-me ao lado dela - Mas fazer o quê, né? É a Anna. - sorri e ela me imitou.

#.JustinOff

#.Taylor S.On

Continua ...

Heey ! 
Capítulo 2 postado, flowers ... Não achei lá essas coisas, mas foi o que consegui ... *--*

I Hope You Like It *--´
Xoxo :*

10 Responses so far.

  1. Perfeito como sempre amoore!
    Beijoos e posta logo o/

    Mysterious Girl aki <3

  2. Anônimo says:

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, como consegue ser tao perfeita hein ? Amei, amo teus blogs e nao ouse parar de postar se não leva um tiro, brincadirinha, mais perfeito, sem palavras.

    Karita.

  3. Perfeitoooosssssssssssss como sempre foi Danyzinha ♥ posta logo please ñ aguento mais de curiosidade *_* kkkkkk
    xoxo My Diva dos blogs *_*
    byebye

  4. Perfeitoooosssssssssssss como sempre foi Danyzinha ♥ posta logo please ñ aguento mais de curiosidade *_* kkkkkk
    xoxo My Diva dos blogs *_*
    byebye

  5. Noova Seguidora (:
    (aaa) Tá muito perfeito ><' vou reviver uma época da minha vida lendo isso, com certeza (: Beijinhos, amor, e poste logo *o*

  6. Noova Seguidora (:
    (aaa) Tá muito perfeito ><' vou reviver uma época da minha vida lendo isso, com certeza (: Beijinhos, amor, e poste logo *o*

  7. amei amei amei amei. Muito perfeito. continua postando. :*
    Eu tbm tenho um blog de fanfic, visitem... jelefanfic.blogspot.com

  8. sem palavras.
    A tem uma sim P-E-R-F-E-I-T-O.
    :D

  9. Nossa ta muito lindo
    Leitora nova aki e ja amando
    Posta logo linda por favor
    bjuusss > . <

Leave a Reply

Comente e me faça sorrir :D